ÚLTIMA HORA

Hot Beach Olímpia: investimento em condo-hotel é seguro e lucrativo, garantem experts

Publicado em 31 de março de 2013 às 19h30
Atualizado em 31 de março de 2013 às 19h32

Todo investimento envolve o risco inerente à operação. No entanto, no mercado de fundos participativos, em que os investidores adquirem cotas de uma determinado empreendimento, como o imobiliário, há benefícios e facilidades para quem está aplicando o capital. Para a administradora e incorporadora do negócio, os recursos pulverizados representam o aporte financeiro necessário para concretizar o projeto.

a004_ok

 

No caso dos hotéis e resorts, muitos são construídos e administrados desta forma. Em Olímpia, cidade localizada a 450 quilômetros de São Paulo, na região Noroeste Paulista, o Hot Beach Resort Olímpia será viabilizado no modelo de condo-hotel, com investimento estimado em R$ 80 milhões na construção de um hotel de 484 apartamentos.

 

As unidades de hospedagem do Hot Beach Resort Olímpia têm muita procura, com mais de 35% dos apartamentos comercializados em apenas seis semanas de pré-lançamento. O empreendimento se apresenta como uma segura alternativa de aplicação de capital, segundo a opinião de Antonio Carlos Gomes, diretor executivo da TC Consultoria, que trabalha com tempo compartilhado, que significa dividir um imóvel em cotas e compartilhar o custo de operação.

 

“No modelo de condo-hotel, o proprietário da unidade de habitação não precisa se preocupar em cuidar do apartamento. A operadora gerencia todos os detalhes para o investidor, que tem como garantia o seu rendimento mensal e a possibilidade de se hospedar a um custo abaixo da diária comumente cobrada”, explica Gomes, que avalia que o retorno mensal para o investidor fique entre 1,5% e 2% do capital aplicado.

 

“Quando se reúne em um projeto grandes empresas incorporadoras e administradoras hoteleiras, o investimento pulverizado gera maior segurança para todas as partes envolvidas”, complementa o diretor executivo da TC Consultoria.

 

O Hot Beach Resort Olímpia será construído pelo Grupo Ferrasa, incorporadora que desde 1981 trabalha com obras públicas e privadas. A empresa investe no turismo há dez anos, quando abriu a operadora de turismo Thermas Travel, em São Paulo, e inaugurou em Olímpia o hotel Thermas Park Resort & SPA. Além do Hot Beach Resort Olímpia, o Grupo Ferrasa também está construindo o Thermas Acqua Resort Club, totalmente comercializado e com entrega prevista para final de 2014.

beach-capa

 

Tendência econômica

Para Eduardo Daud, investidor de fundos imobiliários e um dos cotizadores do Hot Beach Resort Olímpia, o cenário otimista da cidade contribuiu para a decisão de aplicar recursos no empreendimento. “Entre vários fatores, levei em consideração que Olímpia se consolida cada vez mais como um novo roteiro turístico em expansão, com potencial para se tornar estância turística em uma região com uma população de alto poder aquisitivo”, diz Daud.

 

O investidor reforça que o retorno financeiro é de seis a sete anos. “O condo-hotel é um investimento ‘confortável’ para os proprietários, uma vez que não há preocupação com contratos, cobranças, vacância, reformas, entre outros ônus administrativos. O condômino recebe seus relatórios mensais e o depósito da receita apurada é livre de tributos. Na minha opinião, é uma boa alternativa para um complemento de aposentadoria”, aconselha.

 

“Ao adquirir um apartamento de um condo-hotel, o investidor possui dois tipos de retorno, o financeiro e o turístico, com a possibilidade de usufruir do lazer de um hotel totalmente integrado a um parque aquático, como é o caso do Hot Beach Resort Olímpia”, afirma o corretor Davidson Lobato Drumond.

 

Segundo Drumond, a taxa de rentabilidade de 2% por mês do capital investido gera recompra dos investidores e novos negócios. “A mesma vantagem também é verificada na revenda do apartamento, com um lucro que pode passar de 100%, mesmo que o empreendimento ainda esteja em fase de construção”, ressalta o corretor, que acredita que até o final de 2013 todas as unidades de habitação do Hot Beach Resort Olímpia já estejam comercializadas.

Rede hoteleira no interior – um bom negócio para investir

Para o consultor Antonio Carlos, o interior se mostra atrativo para investimentos no setor turístico. “A infraestrutura que as cidades oferecem, a facilidade de acesso por rodovias e a vocação turística dos circuitos do interior, com municípios históricos, eventos culturais e artísticos, boa gastronomia, belezas naturais únicas e particularidades do turismo rural, corroboram para o crescimento da indústria hoteleira para o centro do estado” analisa.

 

Com a proximidade da Copa do Mundo 2014, a expectativa é que Olímpia se torne um destino ainda mais procurado pelo turismo de lazer e negócios.

 

Dados da Jones Lang LaSalle Hotels, consultoria imobiliária com foco exclusivo em hotéis e hospitalidade, apontam que a ocupação média dos unidades de hospedagem ficou em 70% em 2012, com um aumento em torno de 17% no valor das diárias. Para a consultoria, o novo ciclo de desenvolvimento de condo-hotéis apresenta um baixo risco, pois o Brasil atravessa uma fase de ventos favoráveis na economia, com a estabilidade apresentada nos últimos anos e o crescimento na indústria hoteleira.

 

Algumas vantagens de investimento em um fundo imobiliário de condo-hotel

- Ser sócio de uma grande incorporadora imobiliária;

- Isenção da incidência do Imposto de Renda no recebimento dos rendimentos mensais;

- O momento da economia brasileira está favorável para este tipo de investimento, já que a queda nas taxas de juros não impactam na rentabilidade;

- O valor do investimento geralmente é mais baixo que as transações imobiliárias tradicionais, pois não envolvem taxas administrativas nem impostos;

- A escritura do apartamento de um condo-hotel é individualizada;

 

Saiba mais sobre o Hot Beach

O Hot Beach Resort Olímpia será construído em área própria de 20 mil m², com 484 apartamentos de 40 m², projetados com padrão internacional, com duas camas king size, amplos banheiros e closet. Os apartamentos foram agrupados para criar uma grande praça no interior da edificação, do tipo Atrium, com pé direito de 40 metros de altura e teto com cúpula translúcida. O resort será implantado nos limites do parque, com passagem direta à praia de piscina com ondas.

No Hot Beach Diversões Aquáticas haverá praias com areia, piscinas com ondas e água quente, sombrites em madeira rústica, bares pé na areia e muitos coqueiros. O turista também se impressionará com um rio lento de água quente e natural. Sobre ele, os hóspedes poderão desfrutar de uma alta gastronomia em um restaurante rústico com deck, além dos toboáguas kamikases e lojas. A área total do complexo será superior a 140 mil m² e atenderá com todo conforto e tranquilidade cerca de 60 mil turistas por mês.

Mais informações no site: www.grupoferrasa.com.br.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário

Website is Protected by WordPress Protection from eDarpan.com.